Liberdade - Cemitério dos Aflitos

Blog | 71 | 29/11/2019

O bairro da Liberdade tem este nome porque os julgamentos à forca eram feitos lá e haviam fugitivos ou pessoas em que a corda simplesmente arrebentava durante o enforcamento e elas eram então libertadas de sua condenação de morte aos gritos de "liberdade" pelo povo, pois era visto como um perdão divino. A Praça da Liberdade era conhecida como Largo da Forca. O Largo Sete de Setembro era conhecido como Largo do Pelourinho.

A área abrigava entre os séculos 18 e 19 um cemitério de escravos e isto pode ser comprovado, pois arqueólogos identificaram resquícios da necrópole em uma construção particular em 2018, na Rua Galvão Bueno, e desde então a obra está embargada. A descoberta transformou a área em um sítio arqueológico, pois as ossadas encontradas (sob guarda do DPH), os resquícios do cemitério, trouxeram à tona a importância da preservação da memória. 

Antes de ser um bairro oriental, este foi o primeiro cemitério público da capital.

Há também a Capela dos Aflitos - atualmente escondida entre os prédios deste bairro agora asiático - que aponta também para esta antiga história do bairro pré imigração; basta passear por lá e prestar bem atenção que a história surge. De frente para a capela, imagine o cemitério à sua direita.

Tramita agora uma proposta na Câmara Municipal para transformar esta região em Memorial. Faltam duas votações no plenário, que ainda não foram agendadas. Lets hope for the best!

Capela dos Aflitos

Liberdade - Cemitério dos Aflitos - 3
Liberdade - Cemitério dos Aflitos - 4

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail
@zezemachadofranca_
@zezemachadofranca_Adoro passear pela Liberdade, entrar em todas as lojas, e supermercado com produtos japoneses!
@marydearaujo2009
@marydearaujo2009Maravilhoso!!
Chama no Whats
Chama no Whats

Erika Schemann

online

Olá, como posso ajudar?